Governador José Melo revoga decreto e órgãos voltam a funcionar em horário normal no AM

Manaus – Um decreto do governador José Melo, publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, 9, anula o decreto dois artigos do Decreto 36.880, de 28 de abril de 2016, que reduziu para seis horas a carga horária do funcionalismo estadual. No ano passado, quando reduziu a carga horária, o governo também cortou o vale-alimentação dos servidores, sob a alegação de que a medida era para reduzir custos.

Agora, na publicação do decreto, o governo não explica se vai conceder novamente o benefício do vale-alimentação. O presidente do SIFAM (Sindicato dos Fazendários do Amazonas), Emerson Queirós, disse na noite desta segunda-feira, que vai apresentar, nesta terça-feira, 10, uma proposta ao governo para atualizar o valor do vale-alimentação dos servidores.

“A jornada foi reduzida para que o Estado do Amazonas economizasse com o ticket, conforme o anunciado na época. Agora, volta a jornada praticada anteriormente, mas sem citar se o ticket também vai retornar e sob qual valor”, criticou o sindicalista.

Na ocasião, o governo anunciou que a redução da carga horária dos servidores estaduais resultaria em economia anual de R$ 60 milhões. Grande parte desse valor seria do vale-alimentação que deixaria de ser pago.

Abaixo o decreto:

decreto-carga-horaria-doe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
33 ⁄ 11 =