‘Guarda municipal e merda é a mesma coisa’, diz delegado envolvido em polêmica com “blogueira”

Manaus – Em menos de uma semana o delegado plantonista da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), Fábio Silva, se envolveu em outra polêmica após ter um vídeo de uma aula vazado nas redes sociais. Nas imagens o delegado que é sócio-proprietário do curso  “Sou Concurseiro e Vou Passar ”, compara a classe de Guardas Municipais a merda.  “Cuidado com a Guarda Municipal. Guarda municipal e merda é a mesma coisa”, diz o delegado.

Assista:

Não demorou muito para que as declarações do delegado gerassem desconforto entre os profissionais da Guarda Municipal em todo país. Tendo inclusive causado a reação do presidente do Conselho Nacional das Guardas Municipais (CNGM), Carlos Alexandre Braga, que divulgou vídeo neste domingo (21) repudiando a declaração do profissional de segurança pública.

Assista:

Além disso o diretor de comunicação do Conselho Nacional das Guardas Municipais solicitou a todos os profissionais que se sentirem ofendidos com a declaração que adotem as medidas jurídicas contra o delegado.

Leia mais: Corregedoria investiga delegado que aparece em vídeo “debochando” de blogueira detida por receptação.

Através do perfil oficial do cursinho “Sou Concurseiro e Vou Passar ”, o delegado Fábio Silva, pediu desculpas após ser acusado de injúria.

Investigado após declaração sobre adolescente

Não é a primeira vez que Fábio se envolve em polêmica após declarações. Nesta semana a Corregedoria da Polícia Civil do Amazonas abriu investigação para apurar a conduta do delegado plantonista da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), Fábio Silva, que aparece em vídeo publicado nas redes sociais tecendo comentários pessoais sobre uma adolescente de 17 anos, envolvida em esquema de venda de celulares roubados. Segundo o delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Lázaro Ramos, informa que a Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública vai apurar a conduta administrativa do delegado plantonista na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais. Além disso Ramos destaca, ainda, que a instituição não compactua com esse tipo de conduta e que cabe à Polícia Civil somente atuar como Polícia Judiciária.

No vídeo, o delegado Fábio Silva, chama a adolescente de “cunhantãzinha, uma caboquinha muita da sua feinha, o cabelo é tipo uma peruca, a mãe dela é uma catadora de latas, ela é muito fotoshop”, ironiza o delegado.

Assista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
19 × 13 =