Ministério Público investiga repasse de R$ 740,3 mil da Manaustur

Manaus – O repasse de R$ 740,3 mil, em 2010, da Manaustur, via Associação Saúde Sem Fronteira, para a realização da Casa Cor Amazonas, está sendo investigado pelo Ministério Público do Estado, que verifica se houve enriquecimento ilícito no convênio. As informações são da coluna claro e escuro do D24am.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
25 − 2 =