Mr. Catra é conduzido coercitivamente ao desembarcar em Manaus

Manaus – O funkeiro Mr. Catra prestou esclarecimento, na tarde desta segunda-feira (23), na
Delegacia Especializada em Crimes Contra o Turista, dentro do aeroporto internacional Eduardo Gomes, Zona Oeste de Manaus.

O motivo do depoimento seria o suposto envolvimento do artista com a facção criminosa “FDN”. Catra desembarcou na capital amazonense por volta das 13h20. Cerca seis policiais civis fizeram campana e, assim que o cantor desembarcou, foi notificado e conduzido  a delegacia para prestar esclarecimento.

Segundo informações repassadas pelo delegado Guilherme Torres, do Departamento de Repressão ao
Crime Organizado, Mr. Catra disse em depoimento que  disse que não sabia que a FDN se
tratava de uma organização criminosa e que apenas havia recebido um pedido para
criar rimas com nomes.

O delegado afirma  que o inquérito policial, que investiga o suposto envolvimento do
artista com o crime organizado, deve ser encaminhado ao juizado especializado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
9 × 25 =