Padrasto é suspeito de espancar e abusar de enteada de um ano e sete meses, diz polícia

Manaus – Um homem que não teve o nome divulgado é o principal suspeito de espancar e abusar da enteada de apenas um ano e sete meses. A informação é da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) que investiga o caso. O padrasto é considerado foragido após a menina dar entrada no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Danilo Corrêa às 13h da última quinta-feira, em parada cardiorrespiratória e com diversos hematomas pelo corpo e com sinais de violência sexual.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), informou que o estado de saúde da criança é gravíssimo e ela se encontra entubada na unidade infantil de alta complexidade.

De acordo com a polícia, a tia da vítima procurou o Conselho Tutelar da Zona Norte que comunicou o crime a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca). Ainda segundo o órgão as agressões, teriam ocorrido na rua Charlotte, loteamento Campo Dourado, bairro Cidade Nova 1.

Um exame no Hospital e Pronto Socorro da Criança da Zona Leste indicou que a criança sofreu um grande impacto possivelmente uma agressão e os indícios de estupro surgiram com o registro de fissura anal na menina. Não se sabe ainda, porém, se a fissura possui origem interna devido a lesão da agressão ou externa (abuso sexual).

O resultado do laudo que revela a causa da fissura sairá em no mínimo 25 dias segundo o IML (Instituo Médico Legal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
22 ⁄ 11 =