Polícia desarticula quadrilha que desviava medicamentos em Manaus

Manaus  –  A Polícia Civil do Amazonas deflagrou na manhã desta quinta-feira, 16, a operação “Hígia”, com o intuito de cumprir quatro mandados de prisão preventiva, nove mandados de busca e apreensão e cinco mandados de condução coercitiva em nome de servidores públicos e empresários investigados por desvio de materiais hospitalares da rede pública e receptação.

A operação está sob o comando dos delegados Ivo Martins, Guilherme Torres, Denis Pinho e Adriano Felix, respectivamente delegado-geral adjunto da instituição, diretor e diretor-adjunto do DRCO (Departamento de Repressão ao Crime Organizado) e titular da Derfd (Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações).

De acordo com Ivo Martins, as investigações começaram há três meses, atendendo solicitação de representantes do MP-AM (Ministério Público do Estado do Amazonas), que recebeu a denúncia da participação de funcionários públicos no desvio de placas de Raio-X, seringas, agulhas, soros, lençóis, medicamentos, luvas e máscaras cirúrgicas de unidades de Serviço de Pronto Atendimento (SPA), do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto e Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado.

Adriano Felix informou que a operação recebeu o nome de Hígia em referência à deusa da Saúde na mitologia grega. Segundo o delegado titular da Derfd, os desvios causaram prejuízos de milhões de reais aos cofres públicos do Estado.

(Com informações da Polícia Civil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
24 ⁄ 12 =