Polícia pede prisão preventiva de modelo que mordeu e arrancou lábio de funcionária pública

Manaus –  A Polícia Civil do Amazonas através da delegada Alynne Lima, do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), pediu nesta segunda-feira (25), a prisão preventiva  da modelo Samara Silva Pinheiro, 19, acusada de morder e arrancar 80% dos lábios de uma funcionária pública de 35 anos.

De acordo com a delegada a medida cautelar, foi adotada após Samara viajar pra Fortaleza, um dia após a confusão, sem informar à Justiça, o seu paradeiro demonstrando assim
notória conduta de fuga.

A vítima segue internada no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio sem previsão alta com a possibilidade de fazer uma nova cirurgia de reconstrução do lábio inferior na terça-feira (26).

Vítima teve 80% do lábio arrancado / Foto: reprodução

A investigação do caso  aponta que a modelo usou de violência desproporcional contra a funcionária pública, segundo imagens do circuito de segurança obtido durante o inquérito policial.

Entenda o caso

Uma jovem teve que passar por um procedimento  cirúrgico na última segunda-feira (18), após ter o lábio arrancado com uma mordida  por uma suposta modelo identificada como Samara Silva . De acordo com testemunhas a agressão aconteceu na última quinta-feira (14), nas dependências do bar Caritó, em Manaus.

A vítima que não quis ter a identidade divulgada conta que agressão aconteceu  após se esbarrar acidentalmente na modelo.

Segundo a mulher, a agressora estava bêbado e surtou após ela pedir desculpa.  Ela ainda não sabe como vai conseguir fazer para se recuperar da lesão e do trauma psicológico.

A vítima conta ainda que teve medo de morrer. “Quando ela me mordeu, eu tentei fugir ela falou gritando: ‘Eu vou te matar, eu vou te matar’”, disse a jovem.

O médico responsável pela cirurgia concedeu entrevista ao portal do jornalista Marcos Santos.  Segundo o cirurgião plástico 
Gustavo Cabrera,  vítima perdeu cerca de 80% do lábio inferior, em decorrência de mutilação causada por mordida humana.

A irmã gêmea da agressora acabou sendo confundida pela imprensa local ao ser acusada de ter mutilado o lábio da “desafeto” fez um desabafo no seu perfil do Instragram onde esclareceu os fatos.

Samara Silva e a jovem que teve parte do lábio arrancado vão responder por lesão corporal. Uma investigação foi aberta no 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP ), para apurar as causas da agressão.

Gêmeas Camila & Samara / Foto: reprodução Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
38 ⁄ 19 =