Rodoviários decretam greve a partir da meia noite desta quarta-feira em Manaus

Manaus – O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM) decretaram greve geral por tempo indeterminado a partir da meia noite desta quarta-feira (21) na capital amazonense. A decisão ocorreu durante assembleia geral da categoria e foi divulgada em ofício com data de ontem, segunda-feira (19). As informações são do Portal Acrítica.

No documento, o vive-presidente do sindicato, Josildo Oliveira, afirma que o motivo da paralisação é o não cumprimento do reajuste salarial anual dos trabalhadores por parte das empresas de ônibus. “Apesar de termos sentado para negociar e feito as propostas, não obtivemos a formalização do que foi discutido. Não vamos aceitar que os trabalhadores fiquem sem o reajuste anual”, disse.

O representante do sindicato dos rodoviários informou ainda que solicitou das empresas de ônibus o remanejamento de 70% da frota parada a partir do início da greve geral. “Estamos cumprindo a lei de greve, cumprindo os prazos e notificando os interessados com antecedência além do previsto, como também estamos à disposição para negociação”.

Greve antecipada

Na manhã de hoje (20), durante uma hora, entre 5h e 6h, rodoviários da empresa de ônibus Açaí paralisaram as atividades sem notificar a população. A informação foi confirmada pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Manaus (Sinetram). O motivo da paralisação também não foi informado e cerca de 20 mil usuários foram prejudicados.

Segundo o Sinetram, membros do sindicato dos rodoviários impediram a saída dos coletivos da Açaí da garagem da empresa. A Açaí Transportes opera 18 linhas de ônibus na Zona Norte da capital com 126 carros. A garagem da empresa fica localizada no bairro Santa Etelvina, também na Zona Norte.

Crédito fotográfico Euzivaldo Queiroz 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
12 − 6 =