Suspeito de estuprar menina é linchado e morto em São Paulo

São Paulo –  Um rapaz aparentando ter entre 20 e 25 anos, ainda não identificado, foi linchado e morto na noite de quarta-feira (1º/6) suspeito de estuprar uma menina de 11 anos no Jardim Padre Augusto Sani, em Jaú, no centro-oeste de São Paulo.

Ele foi atacado a pauladas e pedradas por cerca de 20 moradores que ouviram os gritos de socorro da garota, levada para um terreno baldio, onde teria sido obrigada a fazer sexo oral no agressor sob ameaça de morte.

O suspeito teria convencido a menina a ir com ele após pagar refrigerante para ela e outras crianças em um bar”, afirmou o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Marcelo Tomas Goes.

Ainda segundo o delegado, o rapaz estava “bem machucado no rosto e na cabeça” e não portava documentos. “Não sabemos quem é ele. Vamos tentar identificá-lo pela impressão digital”, disse.

Goes descartou a participação de familiares da vítima no linchamento. No local, foram recolhidos, pedras, paus e tijolos

Até a tarde desta quinta-feira (2/6) ninguém havia sido preso e nenhum parente reclamou o corpo. A menina foi levada para o Pronto-Socorro da Santa Casa de Jaú, onde passou por exames. O resultado ainda não foi divulgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
22 − 12 =